VR meets HR. Bem-vindos ao futuro dos recursos humanos

Realidade Virtual (RV) – tecnológica capaz de criar um ambiente assistido que simula o mundo real ou um imaginário. Pode evocar visões e som vivos – e até mesmo provar, cheirar e tocar. Esta é a tecnologia que promete revolucionar o mercado de recursos humanos. Por exemplo: A Marinha norte-americana está usar a RV para simular ambientes de ação, de forma a preparar os candidatos para o terreno e mostrar como é estar em cenário de guerra.

Esta é uma forma de mostrar a quem se candidata a um lugar, o que podem esperar da vaga para a qual pretendem ser admitidos. Os altos responsáveis da Marinha dizem inclusive que a realidade virtual é uma excelente ferramenta para diferenciar não só os candidatos, mas também a entidade empregadora, que assume o compromisso de demostrar ao potencial colaborador o que é trabalhar para uma organização.

Os principais responsáveis do mercado estão todos de acordo no que respeita a um ponto: usada de forma correta, a realidade virtual pode ter um grande impacto no mercado de recrutamento. A RV está, portanto, a dar o salto de uma tecnologia “nice to have” para uma tecnologia “must-have”. Quer os candidatos quer as empresas já querem ter, ou oferecer, uma experiência real para mostrar o que é trabalhar na empresa.

Atualmente, a RV está a ser usada por várias empresas inclusive para reduzir custos na contratação. Existem empresas, por exemplo, que oferecem experiências de realidade virtual quando pretendem fazer entrevistas remotas, sem ter de deslocar o candidato à sede da empresa. Na experiência, oferecem uma visão global do que é trabalhar na empresa, de como podem usar a cantina, o ginásio, etc. Outras empresas usam RV para fazer o tour ao colaborador no seu primeiro dia de trabalho. As possibilidades são infinitas, sendo certo que a revolução no recrutamento está ai.